Ofensas fiscais com a Itália - International Lawyers Associates
 

Ofensas fiscais

Cobrimos todas as necessidades do detido, sua família e entes queridos.

Padrão de relatório comum é um acordo de 2014 que remove o?Sigilo bancário? e promove o intercâmbio de informações financeiras entre os governos de 52 países (que passarão a 92 em 2018).

A colaboração espontânea desses países encorajou os sonegadores a aderir ao?divulgação voluntária?; que, ao explorar esta regra, podem "revelar" capital não declarado às autoridades fiscais italianas sem incorrer em pesadas penalidades.

Se Você, um familiar ou um conhecido, estiver detido por um crime, nós podemos ajudá-los.

Paraísos fiscais

Mas, para aqueles que não desejam participar da "divulgação voluntária", quais são os paraísos fiscais confiáveis em 2018? Vamos descobrir juntos ...

O Common Reporting Standard reivindicou vítimas muito ilustres entre 2016 e 2017. Além das mencionadas Suíça e Cayman, Equador, Bermudas, Ilhas de Man e Jersey, Gibraltar, Maurício, Filipinas e Barbados, Chile, Dominica também aderiu., Índia , Niue, Seychelles, Uruguai, Trinidad e Tobago.

Em vez disso, para permanecer na órbita europeia, Liechtenstein, Cidade do Vaticano, San Marino e Monte Carlo se "redimiram", perdendo boa parte do "turismo" italiano dedicado à "poupança".

Mas não para por aí! Muitos estados já manifestaram interesse em aderir em 2018, entre eles: Andorra, Arábia Saudita, Austrália, Bahamas, Belize, Brasil, Brunei, Canadá, China, Costa Rica, Dar es Salaam, Granada, Emirados Árabes Unidos, Hong Kong . , Indonésia, Israel, Japão, Ilhas Marshall, Macau, Malásia, Mônaco, Nova Zelândia, Qatar, Rússia, São Cristóvão e Névis, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, Samoa, Cingapura, Sint Maarten, Turquia.

Classificação OCDE

Com base em uma classificação do OCDE , existe uma lista de paraísos fiscais ainda existentes em 2018, muitos dos quais definidos pela Comissão Europeia como “entidades não cooperativas em termos de políticas fiscais”.
Esta é uma classificação dos países incluídos na lista negra, dependendo do tipo de tributação ou regime adotado:

  1. Puro paraíso fiscal - sem impostos e garante sigilo bancário absoluto, mesmo com outros estados;
  2. A renda estrangeira não é tributada: a renda externa é excluída de todos os impostos e apenas a renda interna é tributada;
  3. Baixa tributação: impostos modestos sobre qualquer renda;
  4. Tributação Especial: países com regimes tributários semelhantes aos considerados normais, mas que permitem o estabelecimento de empresas flexíveis.

Como combater a evasão fiscal

Existem muitas formas de combater a evasão fiscal. Para se livrar dos astutos (ou verdadeiros ladrões), o Estado implementa estratégias cada vez mais diferenciadas. No nível de investigação e dissuasão, vamos desde recibos telemáticos e blitz financeiro até as lentes do novo medidor de receita e outras ferramentas de avaliação de receita indutiva. Também foca no compliance tributário, pensando em descontos para quem devolve capital com divulgação voluntária e bônus para contribuintes honestos.

Mas a repressão também é agravada pela repressão aos crimes tributários regulamentada em decreto que implementa a Lei da Reforma Tributária, cd. Delegação Fiscal, aprovada pelo Governo em 26 de junho de 2015. Vejamos o regime atual em vigor e as novidades introduzidas pela Delegação Fiscal no que diz respeito às infrações fiscais.

Quando a evasão é um crime

É claro que nem todas as infrações fiscais são igualmente graves. Dos vários comportamentos que visam o não pagamento dos impostos devidos - uma força-tarefa do governo identificou 19 perfis de sonegadores - apenas alguns são considerados crimes. A lei estabelece quando o crime é punível com sanção administrativa (multa) ou penal (multa ou prisão). E muitas vezes o limite é quantitativo: isto é, depende de quanto você evita. Uma discussão separada corresponde então à "elisão fiscal", a "zona cinzenta" em que as regras existentes são utilizadas com o único objetivo de reduzir a carga fiscal.

Permanecendo no campo da evasão, vemos os principais comportamentos que constituem crime e as respectivas sanções (a norma de referência é o Decreto Legislativo 74 de 2000, alterado pelo Decreto Legislativo 138 de 2011 e posteriormente retocado pelo Decreto Legislativo n.º 158/2015) .

Lembramos também que de acordo com o decreto legislativo n. 8/2016, em vigor desde 6 de fevereiro de 2016, o crime de não pagamento de contribuições sociais para pagamentos inferiores a 10.000 foi descriminalizado? anual.

Declaração fraudulenta

Conduta : falsificação de declarações fiscais ou de IVA mediante inserção de elementos passivos fictícios (faturação falsa) ou alteração de registos contabilísticos (para sujeitos obrigados). A ofensa existe se:

  • o imposto sonegado é superior a 30 mil euros com referência a cada um dos impostos individuais (anteriormente era de 77.468,53);
  • o rendimento não declarado ultrapassa 5% do total ou, em qualquer caso, 1,5 milhões de euros (anteriormente era 1 milhão)

Sanção : prisão de 1 ano e 6 meses a 6 anos.

Declaração infiel

Conduta : afirmações falso fora dos casos anteriores (sem sistema fraudulento, mas em qualquer caso de forma consciente e voluntária). A ofensa existe se:

  • o imposto sonegado é superior a 150 mil euros (anteriormente era de 50 mil euros);
  • Os rendimentos não declarados ultrapassam 10% do total ou, em todo o caso, 3 milhões de euros (anteriormente eram 2 milhões).

Sanção : reclusão de 1 a 3 anos.

Declaração omitida

Conduta - Não apresentação de declarações fiscais, IVA e até 770 declarações fiscais dentro de 90 dias do prazo. A infracção existe se o imposto sonegado for superior a 50 mil euros (anteriormente era de 30 mil).

Sanção : reclusão de 1 a 3 anos.

Ausência de pagamento de IVA e retenções certificadas

Conduta : o limite da pena é fixado em 250 mil euros (eram 50 mil).

Emissão de faturas falsas

Conduta : emissão de faturas ou recibos por transações inexistentes com o objetivo de permitir a terceiros a evasão ao IRPJ ou ao IVA, independentemente de o destinatário utilizar ou não os documentos falsos e o valor (antes do limite de penalização era de 196 mil euros).

Sanções : de 1 ano e 6 meses a 6 anos.

Ocultação ou destruição de documentos contábeis

Conduta : destruição ou ocultação de registros contábeis ou outros documentos que devem ser preservados para evitar a reconstrução de receitas ou faturamento.

Sanções : prisão de 6 meses a 5 anos.

Você vai para a cadeia mais facilmente

Para todos esses crimes, a suspensão condicional da pena não se aplica se o imposto sonegado for superior a:

  • 30% de faturamento;
  • os 3 milhões de euros.

O 19º perfil de sonegadores

  • Dodgers simples
  • Ocultação parcial de renda
  • Manchetes de ficção
  • Falsa documentação fiscal
  • Evasão e elisão fiscal "sofisticadas"
  • Contribuições puladas
  • Não emitir recibo
  • Empresas Shell
  • IVA e fraude fiscal
  • Ativos no exterior
  • Aluguel em preto
  • Deduções não devidas
  • Onlus falso
  • Fraude fiscal
  • Planejamento tributário agressivo
  • Evasor total
  • Retenção de fraude
  • Preços de transferência
  • Jogos online abusivos
  • Empresa de papel
  • Fuga de capitais
  • Casas fantasmas
  • Apostar no preto
  • Jogos ilegais

Assistência ao detido na delegacia

Mantemos contato entre os afetados e seus parentes e entes queridos

Antes de uma prisão, a maior prioridade é receber assistência jurídica especializada o mais rápido possível e manter contato com o exterior.

 Se você ou um ente querido foi preso, podemos ajudá-lo.

Assistência nas esquadras de policia

Assistência ao detido nas mesmas unidades policiais dentro de 12 horas para cobrir todas as necessidades da pessoa afetada e sua família.

Conselho especializado

Oferecemos informações, assistência e aconselhamento ao detido e sua família durante todo o processo.

Privacidade máxima

Tratamento personalizado e máxima privacidade e discrição para o detido e sua família.

Contacte-nos

Envie sua pergunta preenchendo o formulário e responderemos o mais breve possível. Para emergências, pode contactar-nos através do WhatsApp ou ligue para o nosso número de telefone.

    5
    Enviar
    Revisão do Usuário
    5 (1 Votar)
    pt_PTPortuguês